sábado, julho 24, 2010

O sonho


O dia de hoje não foi apenas o dia em o SLB se apresentou aos sócios num amigável frente ao Mónaco. Também não foi apenas o dia em que Jorge Jesus fez 56 anos. Hoje foi, para o Henrique, o dia do sonho. O dia em que uma criança de seis anos, benfiquista até à medula, subiu ao relvado da Luz, minutos antes do início do jogo, de mão dada com um dos seus ídolos: o Pablo Aimar. Bem sei que esta foto não é grande coisa, mas é tudo o que nos resta ( a nós, pais) deste dia inesquecível. Quanto a ele terá sempre na memória estes momentos que, nas suas palavras, foram um "sonho".
Não estou à espera que o meu filho seja um craque da bola (embora brinque muito com esse assunto), nem sequer quero que ele seja um daquels miúdos que não vêem mais nada à frente a não ser uma bola. Mas se eu, que sou adulta, fiquei emocionada, imagino-o a ele, nos balneários dos jogadores que admira, a bater-lhes nas mãos à medida que entravam no relvado e, acima de tudo, a subir de mão dada com o Aimar e a ver a Vitória a aterrar a escassos metros dele.
Um sonho.

6 comentários:

carolina disse...

:)

Daisy disse...

Até eu fiquei emocionada, poças! :)

S.L.B. disse...

Repito o que te enviei por sms: até me vieram as lágrimas aos olhos!

Helena Barreta disse...

Também fiquei contente pelo Henrique.

Sempre disse e defendo que os pais têm uma tarefa acrescida, que é proporcionar momentos verdadeiramente inesquecíveis aos filhos.

A ver o jogo dei por mim a elogiar este e aquele jogador e perguntava ao meu marido a nacionalidade deles, praticamente todos sul americanos e um ou outro espanhol. Está resolvido o mistério de eu, sportinguista desde pequenina, admirar o Benfica: é que gosto da raça e atitude dos sul americanos e dos espanhóis.

3picuinhas disse...

e esse é um privilégio de mãe: poder concretizar os sonhos dos pequenos :)

mena disse...

que sorte, senhor henrique :)