quinta-feira, julho 02, 2009

amores e desamores




Tenho saudades do tempo em que comprava religiosamente o meu jornal. Todas as manhãs passava pela banca e, quase sempre, o meu jornal foi o Público. Há algum tempo que me zanguei com o meu jornal, assim como nos zangamos com um amor de longa data.

Mas quando vejo uma primeira página como a de hoje, com aquela foto maravilhosa da Pina Bausch, tenho a certeza que, independentemente das nossas zangas e por muito tempo que passe sem o comprar, o meu jornal será sempre este.

1 comentário:

Sophis disse...

Sim, há coisas que não são para qualquer um.