terça-feira, junho 16, 2009

Ausência

O dia 9 é um dia malfadado. É o dia em que partiste. Este ano, que é o primeiro sem ti, pai, é também contabilizado pela tua ausência nas comemorações da família. Em Novembro faltaste ao 3º aniversário do Tiago, e ao 36º do teu filho e do Filipe. Em Dezembro não estiveste no Natal. Não me mandaste um beijo no ano novo. Falhaste os meus anos em Fevereiro. Tiveste a coragem de não comemorar os teus em Março. E agora foram os anos do Henrique... fazes-me falta.

5 comentários:

cristinar disse...

Um abraço longo e forte :)

princesa das estrelas disse...

obrigada:)

mau feitio disse...

passo pelo mesmo, sei que doí. um abraço forte forte, quase a esmagar-te os ossos.

beijo

http://maufeitio3.blogs.sapo.pt

3Picuinhas disse...

a minha avó partiu há 160 dias. Todas as noites, nos segudos antes de fechar os olhos fixo-me na estrela mais brilhante a desejar que ela me veja. Não imagino como vai ser o Natal, nem todos os dias que hão-de vir. Não imaginei nunca os meus dias vazios de avó. Não quero imaginar, prefiro falar assim para a noite à espera que me escute. Um abraço

Juanna disse...

Oh.. li isto hoje, no dia em que o meu pai deveria ter feito 70 anos. Foi-se embora há 2 meses e dói.