quinta-feira, maio 28, 2009

Nem tanto ao mar....

Ponto prévio: eu não gosto do estilo de jornalismo praticado pela Manuela Moura Guedes. A sério que não gosto; encanita-me com os nervos a forma como ela está sempre a dar a sua opinião, sempre a dizer o que pensa, sempre a fazer comentários. Não gosto e não acho que seja bom jonralismo.
But enough is enough. De repente ela passou a ser o monstro do jornalismo português? O bicho papão? Poupem-me. Como alguém, e muito bem, me recordou há dias, o jornal da TVI é o único que tem agenda, que não deixa cair histórias, que vai atrás das promessas feitas para ver se foram cumpridas. quantas vezes, enquanto jornalistas, nos lamentámos do que não conseguimos escrever ou dos constrangimentos que tivemos ao fazer uma peça porque podia beliscar alguém? Duvido que isso aconteça naquele jornal. E tenho muito respeito por vários profissionais que lá trabalham a começar pela Constança Cunha e Sá, passando pela Rita Ferreira, pelo Vasco Rosendo, só para nomear alguns.
As peças daquele jornal são, na sua grande maioria, bem feitas.
Não é o telejornal que veja por norma, mas não fica atrás do da SIC ou do da RTP.
E quando me falam de perseguição ao Governo eu tenho vontade de rir. Eles têm memória, que é coisa diferente e que falta a muito boa gente. Se o governo prometeu algo e não cumpriu deve ser chamado a prestar contas, ou não? Ou é melhor assistir a entrevistas como a do Mário Crespo ao Alberto João Jardim em que fez comentários do género "As eleições que o senhor tão brilhantemente ganhou"?
Resumindo, eu não gosto do estilo da Manuela Moura Guedes, mas fazer uma "causa" no facebook para lhe oferecer o código deontológico parece-me um exagero. Até porque, se fossemos enviar uma cópia a todos os jornalistas que precisam de uma, tinhamos um bestseller em mãos.

3 comentários:

Mnemósine disse...

Para mim a MMG não é jornalista. Ou melhor, não exerce essa profissão às sextas à noite.
A tvi não anda atrás das pessoas e a obrigá-las a serem entrevistadas pela MMG, só lá vai quem quer. E quem vai sabe ao que vai.
Eu não gosto do jornalismo da tvi e por isso não vejo.
A tvi é privada e pode seguir as linhas que quiser desde que respeite a lei.
Tudo isto para dizer que concordo contigo.

Mau Feitio disse...

Não conheço ninguém que goste do jornalismo da senhora!

princesa das estrelas disse...

Cara Cláudia, bastava ler o DN para ver a forma como o João Miguel Tavares, por exemplo, defende a importância do Telejornal de sexta-feira, da TVI.
O que eu escrevi não foi sobre gostar ou não da forma como a Manuela Moura Guedes apresenta o telejornal. Na verdade nem gosto. Simplesmente me parece que maus jornalistas há-os aos pontapés. E fretistas então....