quinta-feira, julho 19, 2007

Dois anos



Estes são o meu pai e o meu filho. A separar estas fotos estão dois anos.
Olhando para elas, assim à primeira, não posso deixar de sentir uma tristeza muito grande. Pela evolução negativa do meu pai, pela forma como ele passou a ser uma sombra de si mesmo, pelo sofrimento que viveu, pela degradação do seu corpo e do seu espírito.
Mas o motivo pelo qual partilho estas fotos é, também, outro. Há menos de seis meses não me passaria pela cabeça que o meu pai pudesse presenciar o terceiro aniversário do meu filho. Mas ele não desistiu, apesar de todos os pesares, apesar de todos os azares e injustiças, apesar de alguns terem desistido dele. Ele não. Manteve-se agarrado à vida de uma forma ímpar. E se ele não desistiu eu também não o irei fazer.

9 comentários:

t&v disse...

eu sei que não desistes. porque tu és assim mesmo :)
bj

sweety disse...

e não são duas lindas fotografias?
o que interessa é esse tempo precioso que partilham juntos. cada minuto, cada segundo. e eu vejo sorrisos em ambas as fotos!
bjos

MCosta disse...

Não consigo descrever a emoção de ver estas fotos.
Principalmente a mais recente, depois de ter "acompanhado" todo o vosso sofrimento, toda a luta que travaram com o estado de saúde do teu pai, vê-lo agora assim é simplesmente maravilhoso.
Sei que ainda há muitas interrogações e muitos incertezas, mas acredita que o milagre já aconteceu. Tens o teu pai bem junto a ti e isso é uma lição de força e coragem de ambos, como nunca assisti na vida.
És mais que uma Princesa das Estrelas para o teu pai.
Um beijo enorme para ti e um abraço (embora anónimo) muito forte para o teu pai.

JPN disse...

:)a vida é uma coisa muito grande...:)

Kitty disse...

Muito bom saber que o teu pai apesar de todas as adversidades continua aí com o sorriso nos lábios para o neto. Muito giras as fotos.
Uma grande beijoca

Anónimo disse...

Ainda ontem, com uma recaída do meu pai (que não se compara à história do teu) pensei em ti e no teu pai para tentar pôr a dor em perspectiva. Eu sei que isso nada adianta ao que sentes, mas tu (e o teu pai) és uma lição... o mundo parece um bocadinho melhor e podemos ter esperança...

Também te queria dar uma minúscula boa notícia: é que já tenho o blogue quase completo. Só queria lá meter mais uma coisinha pequenina...

Falamos na segunda
Aproveita para estares com essas pessoas maravilhosas que tens à tua volta.

Anónimo disse...

faltou-me a assinatura
cg

nana disse...

THAT's the spirit.

..

um abraço de FORÇA.

@-,-'-

MiSs Detective disse...

:) a força vem quando menos se espera e para os espiritos capzes de ultrapassar as adversidades e por isso há coisas que não acontecem a toda a gente...