quinta-feira, outubro 12, 2006

Isto não está fácil

Há muito tempo que não passo os meus dedinhos por estas bandas...
Isto não está fácil. Entre o muito trabalho (estou às Aranhas com uma revisão do livro da Carmen Miranda), a viagem do marido à Venezuela, a operação à pila do filhote, a recuperação da operação, as consultas do meu pai e a entrada do filhote na escola, cá estou não a pedido de muitas famílias mas da minha sanidade mental.
Esta tem sido a semana do horror. O Henrique entrou para a escola. Depois de dois anos de doce ninho, de mimo exclusivo da avó, de atenções e salamaleques, ele lá aterrou, às 10h da passada segunda-feira, numa sala cheia de meninos e meninas mais ou menos adaptados, mais ou menos chorosos.
E, se ele ficou bem e sem chorar, a verdade é que o comportamento dele aqui em casa nada tem a ver com o que já foi. De repente ficou malcriado, gria, chora por tudo e por nada, não come...
Isto não está fácil.

Mas o mais frustrante é a forma como, por vezes, olha para mim. Com uns olhinhos cheios de raiva, como que a perguntar-me "porque me deixas ali, porque não posso ir para a casa da minha avó".

amanhã é sexta. Depois vem o fim de semana. Tudo há-de melhorar

2 comentários:

AG disse...

parece que as vezes a vida quer complicar...nao deixes! :)

Boa sorte !

Anónimo disse...

menina,
o mundo não muda, não há nada a fazer, apenas insistir e continuar a lutar... estive fora, a acompanhar um festival em Espanha, estou por cá pouco mais de uma semana e vou para Itália... como não te vou vendo, gosto sempre de poder espreitar aqui e ir sabendo de ti... não gosto quando ficas tanto tempo sem dar notícias
muitos beijinhos
e fica feliz pelo filho maravilhoso que tens... o mundo é um lugar estranho e ele está agora a começar a lidar com essa estranheza
C.G.